Apoio à Gestante

 

É hora de nos levantarmos em favor das mulheres grávidas, jovens ou adultas, que convivem com o desespero, a desesperança, a dúvida e a falta de perspectivas. Em muitos casos, esse quadro leva a gestante a buscar uma saída ou alívio por meio da morte do ser indefeso que carrega no ventre. É triste constatar a existência de centenas de mulheres que buscam o aborto como solução para seus problemas pessoais.

A sociedade precisa criar uma instituição para essas gestantes desamparadas. A ideia é acolher a futura mãe e propiciar- lhe uma retarguarda maternal, psicológica e médica. Devemos nos empenhar para que a gestante possa assumir a gravidez iniciada, com assistência e recursos materiais. A visão do futuro não pode ser outra.