Soluções Construtivas

 

A escolha do aborto como solução dos problemas sociais parece indicar que certos indivíduos e grupos de indivíduos estão a tentar levar ao máximoas suas póprias conveniências forçando a aceitar os seus próprios preconceitos. Como resultado disto, as estudantes grávidas continuam a ser postas à margem, as mães de crianças incapacitadas tem de arranjar a sua vida e os pobres não são ajudados na sua luta para conseguir condições de vida digna. A única solução oferecida a estas pessoas é o aborto. E inquietante pensar que esta técnica médica de destruição possa substituir o amor como modelador das nossas famílias e da nossa sociedade.

"Temos de ir para a criação de uma sociedade em que a busca de bens materiais não seja o fim da nossa vida; onde não haja crianças esfomeadas e abandonadas; onde mesmo as crianças deficientes tenham valor, porque elas que despertam o nosso poder de amar e servir sem recompensa. Em vez de destruir a vida devemos acabar com as condições que tornam a vida intolerável. Então toda criança sem olhar sua capacidade ou condição de nascimento será benvinda, amada e atendida.

Introduced Abortion, um relatório documentado pág. 134.